Qual a frequência sexual ideal ?

Essa uma pergunta que aprece com frequência nos meus e-mails e redes sociais também, porém antes de responder eu já aproveito para rebater: ideal para quem?

Temos a ilusão de que ao nos mantermos em um relacionamento teremos que fazer sexo numa determinada quantidade de vezes.

Cada pessoa, uma história

Vamos refletir o seguinte: as pessoas são diferentes. Cada uma com suas vivências e historias de vida.Educação, referências  sexuais e afetivas diferentes e não temos como exigir que todas se comportem do mesmo jeito, que tenham as mesmas vontades.

Mulheres foram educadas para o príncipe da Disney e os homens para a mulher do filme pornô

As mulheres, diferente dos homens, não  foram e ainda não são estimuladas e livres para falar da sexualidade em casa. As primeiras referências são de filmes que romantizam a mulher de modo a ignorar seus desejos sexuais.
Os homens desde de muito cedo tem acesso a pornografia e com isso, essas duas pessoas ao se relacionarem vão notar algumas incompatibilidades.

A masturbação masculina sempre foi vista de modo mais “natural” que a feminina, e dessa forma os meninos crescem ‘‘gostando mais de sexo””, o que é um equivoco. Atendo casais de todos os tipos, e em vários casos existem mulheres que tem mais desejo sexual que seus parceiros, e tudo bem. Nesse caso trabalhos para a adequação do casal.

Mas ok, e onde entra a frequência sexual?

Ai é que esta a grande questão. Ideal para quem?
A frequência ideal e aquela em que o casal se sente bem. O que não pode acontecer é projetar seu prazer somente no parceiro.

Os ritmos são diferentes, os corpos, a rotina, a saúde etc. Logo, é muito melhor uma transa gostosa e satisfatória para ambos do que 3 que são ruins ou onde o casal não aproveita.

A média  do Brasileiro segundo algumas pesquisas é de 3 vezes por semana, porém é bem relativo. 
Há que levar em consideração as particularidades de cada casal. Tem quem transe todo dia, tem quem transe toda semana, tem quem transe a semana toda, tem que transe no fim de semana e ninguém está  certo ou errado, mas adequado.

O critério é: estamos satisfeitos? Se não, o que podemos fazer JUNTOS para melhorar nosso sexo e a frequência?
Lembrando que as tarefas domésticas e cuidado com os filhos não devem ser exclusividade da mulher, pois caso não haja essa divisão de tarefas, uma mulher sobrecarregada não terá disposição para um sexo mais frequente.

A manutenção do relacionamento e do sexo e de responsabilidade do casal. Logo, a frequência sexual ideal é variável.

Não se prenda a padrões. Se joga e goza!

Ah se você ainda não me segue nas redes sociais, aproveita para me seguir no Instagram. Conheça também a minha loja e o Instagram dela onde estamos reformulando os conteúdos com dicas e informações sobre produtos sensuais.

Um super beijo.
 

absorvente interno amor a tres autoconhecimento beijo grego Brochar broxada broxar casal coletor coletormenstrual coletor menstrual copinho corpo donadevocê Dordeovulacão fantasias sexuais feminino fioterra Fleury fluxomenstrual gozar gozo http://lojadathalita.com.br/ masturbação menage Menstruação mesntruaçao mulher orgasmo Ovulação penetração prazer prazeranal sangue saúde saúde sexual saúdeíntima sensualidade sexo sexo anal sexualidade squirting vagina ânus

Marcado com: , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*